Aprender um novo idioma traz benefícios para o cérebro

[:pb]Falamos insistentemente que aprender outro idioma é importante para a vida pessoal e carreira profissional. Mesmo assim, menos de 10% da população brasileira é bilíngue. Afinal, por que devo estudar Inglês?. É uma realidade que precisa ser mudada. Afinal, a educação globalizada abre fronteiras, diminuindo divergências sociais e econômicos. Somente por meio dos estudos é que conseguimos mudar a realidade da sociedade em que vivemos. Nessa matéria listaremos os benefícios psicológicos comprovados pela neurociência para você começar a estudar outra língua agora.

Saúde Mental

Segundo diversos estudos recentes, quem é bilíngue atrasa em até cinco anos doenças senis.

Aumento da Memória

Crianças criadas em ambientes bilíngues têm memória de trabalho mais forte, melhor desempenho em cálculo mental, leitura e outras habilidades. Nos adultos, quem fala mais de um idioma tem a memória “protegida”, com menos chances de desenvolver problemas cognitivos.

Percepção mais aguçada

Quem fala mais de um idioma é mais observador e capaz de manter o foco sobre informações relevantes. Demonstra melhor desempenho para identificar informações erradas. Pessoas bilíngues apresentam maior controle sobre sua atenção, sendo capazes de eliminar distrações.

Desenvolvimento da habilidade multitarefa

Quem fala duas línguas tendem a apresentar mais flexibilidade cognitiva, podendo mudar de uma tarefa para outra com mais facilidade. As crianças, especialmente, desenvolvem a capacidade de conciliar várias atividades ao mesmo tempo.

Aprender o Inglês é um começo

Aprender na infância é benefício em dobro.

Aprender na infância é benefício em dobro.

Somente há vantagens para sua saúde, para a expansão de suas relações pessoais e evolução no mercado de trabalho. Falar em dois idiomas ou mais não é um item de luxo ou exclusivo de apenas algumas pessoas. Todos possuem a capacidade e a oportunidade de aprender outra língua.

Não perca mais tempo e acelere já seu aprendizado em outro idioma. Confira as condições para o Curso Intensivo de Férias ou para a Colônia de Férias para crianças.

Fonte: Universia e Revista GALILEU.[:]